3 - Validação de Ensaios Microbiológicos

Você está aqui

Esta análise tem por objetivo apresentar os resultados obtidos durante o estudo de validação, bem como aplicar a metodologia estatística apropriada e estabelecer as conclusões estatísticas dos dados obtidos na validação do método de Citometria de Fase Sólida aplicada ao Teste de Esterilidade do produto Cloreto de Sódio 0,9% Sol. Injetável em paralelo com o método Tradicional de filtração em membrana.

O método de Citometria de Fase Sólida, chamado de método Alternativo, é reconhecido e descrito pela Farmacopéia Européia 7ª edição. Este método utiliza filtração em mebrana para separar potenciais contaminantes microbianos de amostras filtráveis, marcando então as células capturadas. Um detector a laser é utilizado para escanear a superfície da membrana e o número de células marcadas é registrado. Os resultados do método alternativo são obtidos rapidamente, entre 3 e 9 horas após a preparação da amostra.

Como método farmacopéico tradicional e padrão foi considerado o método descrito na Farmacopéia Brasileira 5ª edição. Este método utiliza filtração em membrana em sistema convencional (copo de filtração), a utilização deste método exige a realização de controles de esterilidade e efetividade dos meios de cultura utilizados. Os resultados do método tradicional são obtidos em 14 dias após a preparação da amostra, pois é necessário um período de incubação de 14 dias.

A validação foi realizada conforme orientação do Plano PMV 052/13 e Protocolo PMV 052/13 PMA-MB-PR-001 e deve garantir, através de estudos experimentais, que o método avaliado (Alternativo) atenda às exigências das aplicações analíticas, assegurando a confiabilidade dos resultados (ANVISA).

Serão validados os seguintes parâmetros:

Equivalência: Avaliar a similaridade entre os métodos;
Limite de detecção: Menor quantidade de micro-organismos presentes na amostra, que consegue ser detectada sob condições experimentais estabelecidas;
Repetibilidade: É o grau de concordância entre os resultados de medições sucessivas de um mesmo mensurando, efetuadas sob as mesmas condições de medição, chamadas de condições de
repetibilidade;
Robustez: Consiste em medir a capacidade do método apresentar resultados similares quando submetido a pequenas alterações intencionais.

Para avaliar os parâmetros realizamos um experimento completamente aleatorizado com quatro níveis de contaminação (0,5 UFC/mL, 2 UFC/mL, 5 UFC/mL e 50 UFC/mL), dois métodos de detecção (Alternativo e Tradicional), oito microrganismos, três lotes de produto e sete repetições em cada combinação. Aqui, devemos considerar todos os microrganismos (apresentados abaixo) e lotes como um único conjunto de dados. Os microrganismos considerados são:

A. brasiliensis;

B. subtilis;

C. albicans;

C. sporogenes;

P. aeruginosa;

S.aureus;

M.luteus;

S.epidermides.

Neste caso temos oito microrganismos, três lotes de produto e sete repetições em cada combinação (8*3*7=168), o que resultou em um tamanho amostral de 168 testes para cada combinação (contaminação versus método).

Definições

Estéril ou Esterilidade: refere-se a uma amostra na qual não foi detectada a presença de microrganismos;
Positivo ou Positivação: refere-se a uma amostra na qual foi detectada a presença de microrganismos.

Sobre o Portal Action

O Portal Action é mantido pela Estatcamp - Consultoria Estatística e Qualidade, com o objetivo de disponibilizar uma ferramenta estatística em conjunto com uma fonte de informação útil aos profissionais interessados.

Facebook

CONTATO

  •  Maestro Joao Seppe, 900, São Carlos - SP | CEP 13561-180
  • Telefone: (16) 3376-2047
  • E-Mail: [email protected]