Skip to main content

1 - Noções básicas de estatística

A Estatística durante séculos foi usada inconsientemente pelos povos como um caráter meramente descritivo e de registro de ocorrências. As primeiras atividades foram por volta de 2000 a.C. e foram usados no recenseamento das populações agrícolas chinesas. No início do século XIX, os grandes matemáticos entraram em cena, como exemplo, o francês Simon Laplace e o alemão Carl Friedrich Gauss (1777 1855), este último surge com aplicações da ``distribuição normal" para modelagem de erros de medição. A teoria da distribuição normal foi usada pelo astrônomo e matemático belga Adolphe Quételet (1796 1874), no estudo estatístico de diversas características das populações humanas: altura, peso, natalidade, mortalidade, renda mensal etc.  Ronald Aylmer Fisher (1890 1962), estatístico  britânico, foi o gênio que criou a moderna teoria da estatística. Na Estatística trabalhou com ajustes de curvas de freqüências, com coeficientes de correlação, os chamados coeficientes de Fisher, na análise de variância (ANOVA) e nas técnicas de estimação dos parâmetros. Influenciado pelos trabalhos de Karl Pearson, outro importante estatístico britânico. Fisher utilizou os resultados que obteve na Estatística como ferramentas para aplicação nos seus estudos de genética, sendo hoje considerado um dos maiores nomes na Teoria de Estatística e na Estatística aplicada à Biologia.